Transplante Alogênico Não Aparentado (as células provêm de um doador desconhecido):

1. Transplante Alogênico Não Aparentado de medula óssea:
– Leucemia mielóide aguda;
– Leucemia linfóide aguda / linfoma linfoblástico;
– Leucemia linfóide aguda Ph+;
– Leucemia mielóide crônica;
– Anemia aplástica grave adquirida ou constitucional;
– Síndrome mielodisplásica, incluindo a leucemia mielomonocítica crônica;
– Imunodeficiência celular primária;
– Osteopetrose;
– Mielofibrose primária em fase evolutiva.

2. Transplante Alogênico Não Aparentado de sangue periférico:
– Leucemia mielóide aguda;
– Leucemia linfóide aguda / linfoma linfoblástico;
– Leucemia linfóide aguda Ph+;
– Leucemia mielóide crônica;
– Síndrome mielodisplásica, incluindo a leucemia mielomonocítica crônica;
– Imunodeficiência celular primária;
– Osteopetrose;
– Mielofibrose primária em fase evolutiva.

3. Transplante Alogênico Não Aparentado de sangue de cordão umbilical:
– Leucemia mielóide aguda;
– Leucemia linfóide aguda / linfoma linfoblástico;
– Leucemia linfóide aguda Ph+;
– Anemia aplástica grave adquirida ou constitucional;
– Síndrome mielodisplásica, incluindo a leucemia mielomonocítica crônica;
– Imunodeficiência celular primária;
– Osteopetrose;
– Mielofibrose primária em fase evolutiva.


Category: Lista de indicações de transplante de medula da Portaria nº 2.600, de 21 de outubro de 2009, do Ministério da Saúde:

← Transplante Alogênico Não Aparentado (as células provêm de um doador desconhecido):

Cadastro Newsletter:

Cadastre-se para receber periodicamente novidades sobre o REDOME.